Em tempos de crise especialize-as, saiba mais

 








A pandemia da Covid-19 acelerou muitos processos no mercado e nos negócios. E mesmo quem resistia, aderiu à inovação necessária para manter a sobrevivência de empresas e manutenção de cargos, quando o movimento de cortes e enxugamento cresceu. 





Muitas empresas e negócios entraram com os dois pés no universo digital ou criaram novas estratégias para manter-se funcionando e vendendo, a adaptação nesse contexto foi mais que uma necessidade, foi uma urgência. Afinal, todo empreendimento, seja de serviços ou produtos, só se mantém com vendas.


O empresário, consultor e professor de graduação e pós-graduação nas áreas de negócios, marketing e comunicação, André Felisberto, afirma que “o diferencial para qualquer profissional ou empresa se destacar no mundo dos negócios é a conversão de vendas. Entender o mercado é o primeiro passo para ser eficiente nas vendas, além de ter uma metodologia que envolve um planejamento estratégico eficaz e de dominar ferramentas”, declarou.






Para André Felisberto, “existe um caminho que, independente do momento histórico que a economia e os negócios vivam, toda empresa e profissional pode buscar: o da capacitação. Empresas que investem na capacitação e educação de seus funcionários, sejam trazendo treinamentos ou subsidiando e até financiando seus funcionários a se aperfeiçoarem, apresentam estabilidade e crescimento consideráveis. E como profissional tanto do ramo de negócios quanto da educação, sempre estou buscando compartilhar meu conhecimento através de palestras e cursos.”


O relatório “Global Human Capital Trends 2021”, da Deloitte, mostra que 72% dos 3.670 executivos corporativos sêniores pesquisados identificaram "a capacidade da sua equipe em se adaptar, requalificar e assumir novas funções" como o critério fundamental para superar possíveis momentos de crise. E, ainda conforme o relatório, apenas 17% desses executivos percebem seus trabalhadores como prontos para esse enfrentamento.


Já nos resultados da “Talent Trends Report 2021”, realizado pela Randstad, outro ponto importante se destaca com relação à inexistência de “talentos” ou pessoas realmente capacitadas para ocupar os melhores cargos do mercado. Ao entrevistar 850 lideranças de capital humano de 17 mercados de todo o mundo, percebe-se que no Brasil, 58% desses líderes colocam que a escassez de talentos impactou negativamente seu negócio, sendo o  maior número nos últimos cinco anos.


Conforme ressalta André Felisberto, “em tempos de crise, o caminho para sobreviver e não ser impactado tanto pelos desafios é buscar por capacitações e cursos que renovem as estratégias, o modo de agir e atualizar as técnicas de vendas” por isso ele e o professor Daniel Costa, que coordena cursos de graduação e Pós-Graduação no UNIESP Centro Universitário, estão lançando o MBA em Inovação em Vendas e Inteligência de Mercado e o MBA em Marketing e Inovação. As capacitações têm uma carga horária de 360 horas, distribuídas em 9 módulos, tendo 12 meses de duração e condições especiais para matrículas até o mês de outubro.


Os cursos buscam abordar áreas muito demandadas pelo mercado de trabalho, capacitando os participantes a desenvolver estratégias para modernizar negócios e alavancar vendas. As aulas são presenciais e quinzenais, sempre aos sábados. O corpo docente é formado por professores atuantes nas respectivas áreas que lecionam.


Os Interessados podem buscar mais informações pelo site da Universidade através dos links a seguir ou entrar em contato direto pelo whatsapp com o Coordenador Daniel Costa pelo 83 9 9642 2666.


- Inovação em Vendas e Inteligência de Mercado: https://www.iesp.edu.br/cursos/pos-graduacao/mba-em-inovacao-em-vendas-e-inteligencia-de-mercado


- Marketing e Inovação: https://www.iesp.edu.br/cursos/pos-graduacao/mba-em-inovacao-em-vendas-e-inteligencia-de-mercado











Sem comentários: