Raniery minimiza sugestão de Benjamim e garante apoio à reeleição de João Azevêdo

 

Para o deputado, a sugestão do colega de partido é uma forma dele “chamar atenção”

Deputado Raniery Paulino (Foto: Reprodução)
O deputado licenciado Raniery Paulino, único parlamentar eleito pelo MDB em 2018 na Paraíba, minimizou nesta sexta-feira (27) a sugestão do ex-deputado e dirigente do MDB, Benjamim Maranhão, ontem ao programa Hora H, na Rede Mais Rádio, onde o emedebista sugeriu que o partido entregasse os cargos que ocupa no governo João Azevêdo (Cidadania), o que encaixaria a função exercida pelo ex-governador Roberto Paulino (MDB).

CONFIRA: Benjamin pede que MDB entregue cargos a João

“Eu acho que isso deve se deliberar na executiva. Se apresenta e sugestão e depois vamos ver o resultado. Até então, eu agradeço, em nome do MDB, termos Roberto Paulino como secretário. Se hoje tem alguém que simboliza o MDB na Paraíba é Roberto Paulino, que já abriu mão de muitos espaços na história e sempre esteve ao lado EM TODOS OS MOMENTOS [frase destacada como enviou o deputado] com o senador José Maranhão”, disse ao Portal MaisPB.

Para o deputado, a sugestão do colega de partido é uma forma dele “chamar atenção”.

“Eu acredito que a fala de Benjamim é uma busca de chamar atenção para o diálogo”, enfatizou.

Apoio à reeleição de João e candidatura de Veneziano 

Raniery Paulino garantiu apoio ao projeto de reeleição do governador João Azevêdo.

“Essa é minha tese. Qualquer filiado pode apresentar sua tese. Se tem alguma outra, que se apresenta à executiva e teremos uma tese vencedora, que trará consequências. Aos insatisfeitos, cabe tomar as medidas”, frisou.

“Fui o único eleito em 2018. Respeito as pretensões de todos. Mas, meu apoio é de reeleição ao governo”

Apesar das movimentações de uma possível candidatura do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) ao Governo do Estado contra Azevêdo em 2022, Paulino afirmou que não há como tratar sobre a possibilidade porque nunca foi procurado para deliberar sobre a eventual disputa do partido.

“Eu só posso mencionar algo sobre a candidatura de Veneziano quando ele dialogar isso comigo. Acho que Veneziano tem todas condições de um dia governar a Paraíba. Mas, não vou falar de uma candidatura que ele [Veneziano] nunca tratou comigo. Meu apoio é de reeleição a João. Mas, eu não posso desestimular um companheiro interno a não ser candidato, quem tiver as pretensões que apresente. Isso nunca foi apresentado”, enfatizou.

Do MaisPB

Sem comentários: