Campanha “Faça Bonito” de Combate à Violência e Abuso Sexual Contra Crianças e Adolescentes é promovida em Pilõezinhos

O CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e o Conselho Tutelar de Pilõezinhos promoveram a Campanha “Faça Bonito, que visa o combate à violência, a exploração e o abuso sexual contra crianças e adolescentes. A campanha é alusiva ao dia 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

A Prefeitura Municipal por meio das secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social deram total apoio ao evento. No dia 18, houve mobilização nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) com orientações e panfletagem e em seguida, entrevista na Rádio Comunitária Pilõezinhos FM com a presença da Educadora Social do Creas – Ozana Paulino.

No dia 19, o Conselho Tutelar deu voz à campanha através de faixas, cartazes, carro de som e panfletagem em uma caminhada nas principais ruas da cidade, que contou com os secretários, coordenadores, conselheiros, educadores e a sociedade de modo geral. “Todos reunidos com o propósito de conscientizar e alertar à população, mostrando mecanismos de como combater tais práticas e condutadas que ponham em risco a integridade física e mental dos jovens que são vítimas de abuso sexual”, destacou o Conselho Tutelar.

No dia 25, aconteceu a entrega de material da campanha em escolas da cidade e zona rural e na oportunidade, contou com a presença da Promotora de Justiça Drª Danielle de Lucena, que aproveitou para fiscalizar as unidades de ensino. O evento foi encerrado com a entrega de atividades e lembrancinhas referente à campanha ‘Faça Bonito’.

O prefeito Marcelo Matias e o secretário de Infraestrutura Jonas Monteiro também acompanharam a visita da promotora e destacaram a importância da campanha que reforça o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.

“Demonstre todo carinho e atenção às crianças e adolescentes que estão isolados em casa e denuncie qualquer tipo de violência aos órgãos de proteção”, destacou o gestor acrescentando que mesmo com a pandemia do Covid-19, os serviços de proteção continuam funcionando, seguindo todas as orientações e recomendações do Ministério da Cidadania e do Ministério da Saúde.

A campanha busca garantir que todas as crianças tenham o direito ao desenvolvimento de sua vida de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual. Levando em consideração o contexto de pandemia em face do coronavírus, o Conselho Tutelar ainda vem divulgando seu instagram (@ctpiloezinhos_plz), onde a população poderá acompanhar orientações, informativos e as ações realizadas pelo conselho.

O dia escolhido como 18 de maio é uma alusão ao crime bárbaro ocorrido em Vitória (ES), que teve repercussão nacional e ficou conhecido como “Caso Araceli”. Araceli Cabrera Sánchez Crespo foi uma criança brutalmente assassinada em 18 de maio de 1973 com apenas 8 anos de idade. Seu corpo foi encontrado somente 6 dias depois, desfigurado por ácido e com marcas de violência e abuso sexual. Os principais suspeitos, pertencentes a famílias influentes do Espírito Santo, foram condenados pelo crime em 1980. No entanto, em novo julgamento, em 1991, os reús foram absolvidos após extensivo reexame do processo. Em 2000, o Congresso Nacional instituiu o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes na data da morte de Araceli.

A violência sexual praticada contra crianças e adolescentes envolve vários fatores de risco e vulnerabilidade quando se considera as relações de gênero, de raça/etnia, de orientação sexual, de classe social, de geração e de condições econômicas.


Assessoria de Comunicação




Sem comentários: