O PREFEITO DE SAPÉ MAJOR SIDNEI PAIVA QUE ABANDONA OS SOLDADOS


 

No município de Sapé-PB a relação dos servidores com a prefeitura é diariamente conflituosa, pois já se aproxima da metade do primeiro ano da gestão do Prefeito Major Sidinei (PODEMOS), e o mesmo não conseguiu se quer regularizar a folha de pagamento. De antemão, aviso que não moro, muito menos voto no município de Sapé, apenas sou servidor; e como tal, trabalhando a 10 anos na prefeitura, fiquei pela primeira vez sem meu salário, justamente em um Primeiro de Maio, data tragicamente simbólica,pois representa a guerra que os trabalhadores travamconstantemente com atual gestão. Guerra estaque é muitas vezes maquiada pelas redes sociais oficiais, onde o mundo é perfeito e a paz é reinante.


Desde o início da atual gestão, há dezenas de relatos de servidores que ficam sem receber seus salários, ou que recebem com descontos indevidos. Até hoje, não vi nenhuma autocritica por parte do prefeito para que reconheça a ineficiência e procure sanar os problemas. Como experiência pessoal, procurei a gestão para receber o que me é devido por direito, mas, além de não identificaram concretamente o problema, não cumpriram (mais uma vez) com o pagamento. Incompetência ou má fé? Eis a questão... O que se pode concluir momentaneamente é a que gestão do Major Sidinei que obviamente é encabeçada por um servidor (outrora) de carreira, deixa os trabalhadores para trás como soldados feridos, sagrando em meio à guerra e muitas vezes em silencio, temendo perseguição.


Esta cultura de desvalorização do trabalhador está arraigada na história de Brasil que não cultiva o valor do trabalho e dos trabalhadores. Todavia, não existe patrimônio público sem os vigias que passam as madrugadas arriscando a própria vida nos prédios. Não existe segurança alimentar sem merendeira, nem higiene sem os auxiliares de serviços gerais, os garis, etc. Não existe escola sem os professores, nem hospital sem os médicos, enfermeiros e técnicos, muito menos sem os motoristas que madrugam no volante das ambulâncias.


O Prefeito/Major Sidinei precisa entender a lição primordial de qualquer guerra. Não existe vitória sem os soldados, pois os prédios públicos esvaziados de trabalhadores são apenas amontoados de coisas. É o servidor junto a população atendida que dá sentido ao serviço público. Major Sidinei respeite os trabalhadores! 



Emmanuel de Luna


Sem comentários: