No dia do Enfermeiro, profissional denuncia desrespeito por parte de vereadora de Sapé, que invadiu hospital e atrapalhou atendimentos


No dia do Enfermeiro, profissional denuncia desrespeito por parte de vereadora de Sapé, que invadiu hospital e atrapalhou atendimentos

No dia do Enfermeiro, comemorado nesta quarta-feira (12), o coordenador de Enfermagem do Hospital Sá Andrade, em Sapé, Lucas Lucena, prestou um boletim de ocorrência denunciando agressão verbal e o desrespeito que sofreu por parte da vereadora de Sapé, Terezinha do Peixe. Ela invadiu o hospital no último domingo (9) e filmou a unidade hospitalar e os pacientes internados sem autorização, causando tumulto e atrapalhando o atendimento às pessoas.

De acordo com a denúncia, Terezinha foi até a unidade com um fotógrafo profissional e passou a gravar o interior da unidade, chegando a filmar uma idosa de 90 anos, que havia sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e estava em estado grave. A ação, considerada ilegal por não haver autorização da direção do hospital e ainda expor os pacientes, foi questionada pelo coordenador de Enfermagem, que tentava realizar atendimentos enquanto a vereadora fazia as filmagens.

Ao ser indagada, a parlamentar e o marido, o secretário executivo da Pesca no Estado Juscelino do Peixe, passaram a desrespeitar a equipe médica e se recusaram a parar as gravações. Para evitar que o ataque tomasse uma proporção maior, o profissional se retirou e foi insultado pelo casal.

Lucas lamenta precisar registrar uma ocorrência no dia em que a categoria deveria ser homenageada e ressalta a importância que não só os enfermeiros, mas os pacientes sejam respeitados dentro de um hospital público.

“Foi algo bem constrangedor e difícil de se relatar, pois no dia que esperamos homenagens precisei denunciar alguém que me desacatou enquanto eu exercia minha função. Nossa categoria é fundamental para a saúde pública, mas infelizmente, venho aqui expressar o meu lamento por ainda ter tantas pessoas que não reconhecem o valor de um profissional de Enfermagem e agem com arrogância, achando que por ser detentor de um mandato, pode invadir hospital, constranger as pessoas, filmar e gritar. Esse tipo de política, a gente não aguenta mais”, comentou.

 







Da redação com portalsapenaweb

Sem comentários: