ESCANTEADO POR CORRELIGIONÁRIOS, LUIZ COUTO DEVE ENFRENTAR DIFICULDADES SE DESEJAR DISPUTAR ALGUM CARGO NAS ELEIÇÕES DE 2022

 

É que depois de ter abandonado uma reeleição tida como certa à Câmara Federal nas eleições de 2018 para se aventurar na disputa pelo Senado Federal, e sair derrotado, o ex-deputado federal Luiz Couto (PT) já está ciente de que não terá o apoio de mandatários, a exemplo do deputado federal Frei Anastácio (PT) que já descartou abrir mão da reeleição para abrir espaço para o possível retorno do correligionário; e do deputado estadual Anísio Maia (PT) que avisou que vai apoiar o Frei.

Segundo Maia, Couto até pode ser candidato, mas a base petista continuará trabalhando para reeleger o frei.

Para Anísio Maia, Frei Anastácio vem desempenhando um bom trabalho e representando muito bem o PT e a Paraíba na Câmara Federal “ e por isso tem todo o apoio da gente”, destacou o parlamentar.

Sobre a postura de Luiz Couto, Anísio Maia afirmou que o ex-deputado se juntou a muita gente que não comunga das idéias e projetos do PT. Vale lembrar que nas eleições municipais de 2020, Couto deixou o cargo de Secretário estadual para apoiar a candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) à prefeitura de João Pessoa, divergindo da orientação da executiva, que tinha candidatura própria. Na ocasião, além de sair derrotado, foi exonerado do cargo que ocupava na gestão estadual




Da redação com 

Sem comentários: