Em Sapé PB segundo dados o número de comissionados e contratados representa a marca de 25% do quadro de servidores



 Na cidade de Sapé zona da mata paraibana, mesmo com escolas e diversas repartições publicas fechadas em ras]ão da pandemia do COVID-19, diante da anunciada economia para segundo a gestão enfrentar uma suposta calamidade publica financeira e administrativa na cidade, o número de contratados contratados, por excepcional interesse público em Sapé vem crescendo de forma absurda. 


Ainda no inicio da nova gestão o prefeito segundo informações  contratou 344 contratos, já em fevereiro o número de contratados sofreu alterações paras 474  um aumento de 38%. em um único mês.  Os dados são exatamente do (TCE), Tribunal de Contas do Estado, não se consegue entender realmente, como a gestão fala em calamidade financeira no município, com estra farra das contratações, quando na verdade se teria de  gastos. 


O principal órgão fiscalizador dos gastos público que vem a ser a Câmara Municipal, se porta de forma no minimo estranha ao se calar perante estes dados, quando na verdade já poderia ter se manifestado, pedindo explicações.



Com a palavra a gestão do município de Sapé. 


Da redação






Sem comentários: