Culto religioso provoca aglomeração em quadra de escola de samba no Rio

 

Quadra da Grande Rio foi cedida para um culto da Igreja Pentecostal Templo dos Milagres. Nas imagens é possível identificar alguns fiéis sem máscara de proteção facial e muito próximos uns dos outros

Quadra da Grande Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)
Uma grande aglomeração aconteceu na noite desta quarta-feira (3) na quadra da Grande Rio, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

A quadra foi cedida para um culto da Igreja Pentecostal Templo dos Milagres. Nas imagens é possível identificar alguns fiéis sem máscara de proteção facial e muito próximos uns dos outros.

Em nota, a Grande Rio disse que tem como diretriz ceder a sua quadra para eventos religiosos, sociais e culturais e que a responsabilidade, segundo a escola, é dos realizadores. Mas disse que, diante das imagens, vai fazer uma notificação ao pastor Leonardo Salles, que é o responsável por esse culto.

O pastor Leonardo Salles disse que foram tomadas todas as medidas de distanciamento para não haver aglomeração de pessoas. “Disponibilizamos álcool em gel, máscara e exigimos que os fiéis comparecessem com a utilização de máscara”, disse o pastor.

Desde o início do ano, o Rio de Janeiro tem registrado centenas de eventos com aglomeração. Durante as festas de fim de ano e no carnaval, shows e confraternizações ocorreram em todas as regiões.

Durante o carnaval, uma pessoa chegou a ser presa por desacato. Bares e supermercados foram interditados no Leblon, na Zona Sul da cidade, bairro que tem sido um dos que mais registram aglomerações.

O cantor Belo chegou a ser preso após fazer show em escola pública no Complexo da Maré

Nesta terça (2), as delegacias de Repressão aos Crimes de Informática e de Combate às Drogas da Polícia Civil identificaram e pediram a prisão de 14 responsáveis por organizar bailes funks durante o carnaval.

Do G1

Sem comentários: