CORPO ESQUARTEJADO: Após um mês, blogueira desaparecida é encontrada morta

 

A possível linha seguida pela investigação é que Ana Gabriela, a Gaby, como era conhecida, mantinha um relacionamento com dois traficantes de drogas  que eram rivais

Blogueira achada morta (Foto: Reprodução)
Após quase um mês desaparecida , o corpo da blogueira Ana Gabriela Santos Ribeiro, 27 anos, foi encontrado pela Polícia Militar da Bahia (PM-BA)  esquartejado na quinta-feira (04). As partes do corpo foram deixadas dentro de um saco plástico em um terreno, no bairro de Boca da Mata, na região de Cajazeiras, em Salvador, capital da  Bahia . As informações foram apuradas pelo J ornal Correio .

O Instituto Médico Legal (IML) fez o reconhecimento do corpo. Ana Gabriela teve seus braços e pernas cortados e, segundo as informações das autoridades, teria sido vista pela última vez com vida junto de dois suspeitos, que não são conhecidos pela família da vítima. A blogueira tinha um filho de nove anos, que agora está sob tutela da avó.

A possível linha seguida pela investigação é que Ana Gabriela, a Gaby, como era conhecida, mantinha um relacionamento com dois traficantes de drogas  que eram rivais. A mãe da vítima, Ana Cristina Santos, de 50 anos, declarou não saber se esse é de fato o motivo, mas confirmou que ela mantinha relação com os dois.

“Estão dizendo que ela namorava traficante, mas eu não sei se é verdade. Minha filha mudou comigo um tempo atrás, deixou de me contar as coisas e ela estava envolvida com gente ruim. Eu falava para ela fugir disso, que esse tipo de coisa não terminava bem e fizeram isso com ela”, afirmou Ana.

Ana Cristina descreveu o mês de agonia em que passou em busca de informações sobre o paradeiro da filha e sobre a frustração dela ter sido encontrada sem vida. Ela ainda conta não ter tido forças de ir até o IML e fazer o reconhecimento de Gaby.

“Eu sou uma mulher completamente destruída, eu só tinha uma filha e colocaram ela em um saco, como se não fosse nada. Você sabe o que é isso? Quando ela desapareceu, eu estava angustiada, desesperada, mas tinha esperança de achar ela viva. Agora, eu não sei mais o que fazer, não consegui ir enterrar minha filha ainda”, declarou.

Segundo a mãe da vítima, havia um temor sobre a morte de sua filha muito alto. Ela conta que descobriu a morte da filha por uma postagem feita por uma amiga, ainda no mês de fevereiro, em que anunciava a morte da blogueira. Ana acha que essa amiga sabia da morte de sua filha desde de 15 de fevereiro, porém, ela nunca teve coragem de admitir.

“Paulinha, uma amiga dela, um dia depois da minha menina desaparecer, postou nas redes sociais que ela tinha morrido. Agora, como ela sabia? Como ela sabia que Gaby tinha morrido? Eu fui atrás, perguntei a ela, mas ela não disse, não me contou. Aí, eu já sentia a dor da morte dela, mas não queria acreditar, mãe não quer acreditar que perdeu sua filha”, relatou.

Ana descreveu Gaby como uma filha amada e querida. “Gaby era alegre, amava o filho, a mãe. Era trabalhadora, uma menina cheia de sonhos e que desde nova mostrou ser uma pessoa boa, mas que foi iludida por esse caminho que leva tantos jovens para morte. Não é porque ela morreu dessa forma que ela era do mal, ela não merecia isso. Gaby era alegria”, destacou.

Ainda de acordo com o Correio ,  Polícia Civil ainda apura a motivação e autoria de crime.



Do IG

Sem comentários: