Corpo de Expedito Pereira é velado na prefeitura de Bayeux; VEJA VÍDEO


 O corpo do ex-prefeito Expedito Pereira chegou, no fim da tarde desta quarta-feira (09), na Prefeitura Municipal da Bayeux, onde será velado por moradores, familiares e amigos do político. Ele foi executado com dois tiros quando caminhava na calçada da casa onde morava, no bairro do Manaíra, em João Pessoa.


O velório ocorre no salão da Prefeitura Municipal de Bayeux. O enterro será nesta quinta-feira (10), às 14h, no Cemitério Nossa Senhora da Boa Morte.

O assassinato de Expedito Pereira causa comoção em toda a cidade, que já foi administrada por ele em quatro ocasiões. Segundo a responsável pelas investigações, a delegada Vanderleia Gadi, nenhuma linha de investigação foi descartada.

Expedito Pereira de Sousa tinha 72 anos. Além de político, era médico gastroenterologista e clínico geral. Ele nasceu em Bonito de Santa Fé, no Sertão paraibano, e foi morar em Bayeux na década de 1960. O ex-prefeito chegou a ser preso durante a ditadura militar por participar de movimentos estudantis.

Pereira formou-se médico e biólogo pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Também exerceu a função de secretário de saúde da cidade de Santa Rita, mas deixou o cargo para se candidatar a vice-prefeito de Bayeux na chapa com Lourival Caetano. Assumiu a prefeitura pela primeira vez em em 1992 após a morte de Lourival, sendo eleito em 1996 e reeleito em 2000. Ele foi cassado em 2002. Foi suplente de deputado estadual e assumiu o mandato em 2009, no governo de José Maranhão. Em 2012, foi eleito para o 4º mandato de prefeito de Bayeux.

VEJA VÍDEO:








Da redação com primeirasnoticias





Link

Sem comentários: