6,3 mil mulheres recebem um ou zero voto na eleição deste ano, no Brasil

As eleições deste ano de 2020 tiveram candidatos que  não  receberam nenhum voto. Zero. Indício de posáveis irregularidades, segundo a Organização Transparência Partidária, que fiscaliza os recursos eleitorais, no Brasil. 

Para eles, a urna não fez o

Cidades como Cuitegi, Pilõezinhos, e  Guarabira foram diagnosticadas com o mesmo problema eleitoral de acordo com informações baseadas no Organização Transparência Partidária, o que não descartaria uma possível investigação no sentido de garantir um pleito seguro sem que pequenos candidatos sirvam apenas, para garantir o preenchimento das vagas, garantindo desta forma candidaturas ou candidatos. 

  Das 173 mil mulheres aptas a disputar o cargo de vereador no ultimo dia 15 de novembro, 6.372 tiveram apenas um ou nenhum voto, segundo levantamento do Estadão. 

A ausência de votos e o fato de nem a candidata ter votado nela mesma provocaram suspeitas de que essas mulheres tenham sido usadas como "laranjas" para que partidos pudessem driblar a lei e cumprir a cota de 30% de candidaturas femininas. isto é uma pratica antiga, porem hoje melhor acompanhada, por órgãos fiscalizadores. 







Guarabira



Pilõezinhos 



Cuitegi 


Sem comentários: