Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

O jornalista Geovane Meireles fala de trajetória do capitão Ronaldo Miguel que faleceu hoje pela manhã em JP

O conheci no início dos anos 1990, quando transferi residência de Sapé, minha terra natal, para vir tentar seguir carreira profissional de jornalista em João Pessoa.


Ronaldo era o então secretário do Coren-PB, onde seria eleito presidente por duas vezes, posteriormente. Eu fui seu assessor de imprensa naquela época, antes mesmo dele ingressar no Quadro de Oficiais de Saúde da Polícia Militar.


Morreu Capitão, com três estrelas de prata sobre os ombros, mas sonhava em encerrar sua passagem pela PM com três Gemadas na Platina, no posto mais alto da corporação, como Coronel Full (Fechado). No topo.


O Coronavirus matou esse desejo aqui na Terra, entre os homens e mulheres do nosso tempo de Pandemia global, mas não conseguirá apagar jamais a minha vontade de ver, um dia, a imagem eterna do "Coronel" Ronaldo brilhar entre as estrelas, no Céu, promovido pelos arcanjos de Deus Pai, Todo Poderoso.




Por Geovane Meireles 

 

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.