Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

Diocese de Guarabira "demite" padre acusado de estupro

 

Vigário comentou com amigos próximos que a decisão da Diocese de Guarabira se restringia ao território diocesano, portanto, ele teria direito de celebrar em outras igrejas

Padre Anselmo rebate acusações (Foto: Reprodução)
O site oficial da Diocese de Guarabira publica comunicado informando que o bispo Dom Aldemiro Sena expulsou em definitivo das funções sacerdotais o padre José Anselmo, acusado de estupro de vulnerável.


O comunicado não mostra o documento, apenas informa que o líder religioso decidiu pela “Demissão do Estado Clerical”:

DECRETO DE DEMISSÃO DO ESTADO CLERICAL

O Bispo Diocesano de Guarabira, Dom Aldemiro Sena, por meio da Cúria Diocesana, em conformidade à congregação da Doutrina da Fé, decretou a demissão do estado clerical do padre José Anselmo Soares de Sousa.

O sacerdote foi afastado das funções sacerdotais em abril de 2016 por ter sido denunciado por “atos em desacordo com a lei”, conforme nota assinada pelo então bispo diocesano Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena.

A Polícia Civil da região explicou que o sacerdote é investigado pelo crime de estupro de vulnerável, que teria ocorrido na cidade de Dona Inês, no Agreste do estado. A nota confirmou, à época, que o afastamento será mantido até o encerramento de todas as investigações.

Um adolescente de 13 anos relatou ter sido abusado várias vezes pelo padre. O delegado do caso contou que houve uma denúncia formalizada pelo Conselho Tutelar e um inquérito foi instaurado. A suposta vítima disse em seu relato que é um coroinha da paróquia do padre e o padre lhe dava vários presentes, como bicicleta e tablet. Sobre esses presentes, ainda de acordo com o delegado, o padre teria justificado que que o adolescente se encontrava em vulnerabilidade social e queria fazer as doações como ações humanitárias.

No mês de outubro do mesmo ano em que foi afastado das funções, padre Anselmo presidiu uma missa por ocasião da Romaria de Finados, na Basílica do Santuário de Nossa Senhora das Dores, no Juazeiro do Norte (CE). O vigário paroquial do Juazeiro do Norte, padre Cícero Gomes, acolheu na manhã deste domingo, 30, o padre Anselmo como sendo da Paróquia Sagrada Família de Belém, Diocese de Guarabira na Paraíba. O sacerdote afastado presidiu a celebração normalmente como se nada estivesse acontecendo.

Anselmo comentou com amigos próximos que a decisão da Diocese de Guarabira se restringia ao território diocesano, portanto, ele teria direito de celebrar em outras igrejas.



Por Jota Alves

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.