Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

Prefeitura de JP prorroga medidas de isolamento social por mais 15 dias

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou nesta sexta-feira (17) que irá prorrogar os decretos que garantem o isolamento social na cidade. Com a medida, o comércio segue temporariamente fechado, a exemplo de shoppings, cinemas, academias, salões de beleza, bares e restaurantes. Apenas os serviços essenciais ficam abertos. As aulas na rede municipal de ensino estão suspensas por mais 15 dias, assim como o funcionamento do transporte público na capital paraibana, que vai permanecer ofertando linhas exclusivas para profissionais de saúde. A prorrogação das medidas terá validade até o dia 3 de maio.
A manutenção do distanciamento social acontece depois do aumento no número de casos notificados, já confirmados e do total de pessoas que não resistiram à doença. Medido por um serviço de monitoramento, o índice de isolamento social na cidade se encontra em 47,3%, quando o recomendado pelas autoridades sanitárias é de 70%.
Segundo a prefeitura, a disseminação do vírus chegou a 37 bairros da Capital, o equivalente a 57,8% do município. “O isolamento social é considerado o meio mais eficaz no combate à epidemia, como preconiza o protocolo internacional de enfrentamento à Covid-19 e como já determinou o Conselho Nacional de Saúde. A tendência é de termos dias mais difíceis pela frente. A hora é de salvar pessoas para chegarmos, no tempo certo, a uma volta segura à normalidade”, disse o prefeito.

Refeições em creches e escolas

De acordo com o gestor, o programa de refeição nas creches e escolas em tempo integral agora vai chegar a outras 15 unidades educacionais de horário regular, passando a beneficiar 35 mil estudantes por dia. A medida atende a 136 espaços de ensino da capital paraibana. A ampliação no atendimento já acontece a partir desta sexta-feira. “As novas escolas atendidas estão localizadas em áreas próximas a comunidades com maior número de famílias em condição de vulnerabilidade social”, apontou.

Transporte público

Responsável por reunir até 170 mil passageiros por dia, aumentando o potencial de proliferação da Covid-19, o transporte público seguirá com as atividades temporariamente suspensas, com exceção do atendimento oferecido aos profissionais de saúde.
Como forma de assegurar a manutenção dos empregos dos 2.200 funcionários das empresas de transporte, a Prefeitura de João Pessoa firmou um acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros no Município de João Pessoa (Sintur-JP) e vai adquirir os bilhetes de transporte regulares utilizados por profissionais da administração municipal, no passe-livre e por outros segmentos sociais. A antecipação dos créditos será compensada, gradualmente, quando houver o retorno do serviço.

Saiba mais sobre o novo coronavírus:







Da redação com Portal Correio 

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.