ABANDONADO POR QUASE TODOS DO PSB A ARROGÂNCIA E PREPOTÊNCIA DELE NÃO ACABA

  O ex-governador Ricardo Coutinho foi colocado no centro de uma grande discórdia dentro do PSB, na Paraíba. Escolhido para comandar a comissão provisória que vai gerir a sigla até a realização de novas eleições, ele é tachado de “golpista” por correligionários.

Ricardo demonstrou desconforto com a situação. Ele lembrou, evitando o tom de cobrança, que deixou de disputar uma vaga para o Senado com o intuito de fortalecer a eleição de João Azevêdo e diz estranhar a posição dos colegas de partido. “Eu servi para ficar no governo, para não ter um mandato de senador e não sirvo para governar o partido, para ser presidente do partido?”, questiona.

Questionado sobre se teme que as delações da operação Calvário o atinjam ele disse: “Em hipótese alguma. Eu não posso impedir que alguém, de uma forma não verdadeira possa me incluir ou incluir você no meio disso. Agora, eu não tenho nenhum temor em relação a nada que eu tenha feito…”






Suetoni Souto Maior/Jornal da Paraíba




Sem comentários: