Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

VÍDEO: População do Sertão quer que PM faça operações contra tráfico e assaltantes

   Uma audiência pública na Câmara Municipal de São José da Tapera, no Sertão de Alagoas, discutiu na manhã desta quarta-feira 5, as formas que estão sendo conduzidas as operações do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) nas apreensões de ciclomotores em cidades sertanejas.
Algumas autoridades convidadas não compareceram, a exemplo do comandante do BPRv que se fez representar pelo comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar (9), responsável pelo policiamento na região.
No auditório da Câmara, vereadores e população debateram o que eles chamam de transtornos para os trabalhadores que usam as motos para irem as feiras, levarem crianças as escolas e transportarem os produtos do campo.
Todos foram unanimes ao defenderem que a polícia mantenha e aumente as operações nas cidades e principalmente nos Povoados e sítios, onde tem crescido o número de assaltos a mão armada, homicídios e o tráfico de drogas. Em algumas localidades, moradores se sentem abandonados pelos policiais que trabalham nas cidades. Em muitos casos os militares não atendem as ocorrências e favorecem que pessoas andem armadas pelas ruas, famílias inteiras transitem em cima de motos, traficantes de drogas aumentem o comércio ilícito e veículos em situações precárias façam o transporte de pessoas com a capacidade acima do permitido.
Mas o que todos defendem é que as motos apreendidas sejam encaminhadas para uma cidade no próprio Sertão. Atualmente os veículos são levados para Arapiraca, no Agreste do Estado, o que aumenta os gastos das taxas aplicadas diante das infrações.
Representantes de associações de mototaxistas, comerciantes e vereadores levantaram a possibilidade do Estado fazer uma campanha para que os proprietários de ciclomotores tenham condições de saldarem suas dívidas (Carteiras de Habilitação vencidas ou emplacamento dos veículos).
No último final de semana, no Distrito do Piau, Zona Rural da cidade sertaneja de Piranhas, após uma outra ação de apreensão de veículos conduzidos de forma irregular, uma equipe do BPRv foi hostilizada por um grupo de populares. Os policiais tentaram reagir contra a população, que em maior número e com pedras e pedaços de paus, forçaram os militares fugirem. Um dos policiais ainda foi agredido pelo grupo revoltado.
Instantes após, com apoio de outras equipes da Polícia Militar, os policiais enfrentaram em via pública os populares. Houve o uso de bombas de efeito moral e balas de borracha e algumas pessoas ficaram feridas.


Da redação emergencia190

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.