Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

CALVÁRIO NO LIXO Empresa que coleta todo lixo hospitalar da Paraíba e tem frota gigante chama atenção de força tarefa

O que teria em comum a ex-secretária Livânia Farias, a empresa LimpMax e o lixo hospitalar da Paraíba? É uma das preocupações do Ministério Público, como derivação das investigações suplementares da Operação Calvário. Há a suspeita que Livânia seria a sócia oculta da empresa que, desde 2016, venceu a concorrência de coleta do lixo na cidade do Conde, da prefeita Márcia Lucena (PSB).
Estima-se que essa empresa, com sede em Sousa (R. Basílio Silva, 87, 1º andar), que tem o empresário Thiago Cartaxo como um dos sócios aparentes, possui uma extraordinária frota de cerca de 60 caminhões compactadores, num valor acima de R$ 20 milhões.  O empresário seria dono da fazenda Mãe D’Agua e possui um dos haras mais referenciados do Nordeste, com um dos plantéis mais valorizados do País.
Além do mais, um detalhe bem relevante foi que a empresa se instalou no Conde, logo após a eleição de Márcia Lucena, antes mesmo da prefeita tomar posse. O fato chamou a atenção de investigadores. Na sequência, a empresa ganhou, de uma forma pouco explicada, com a interveniência de Livânia, toda a coleta de lixo hospitalar da Paraíba. Um serviço que mobiliza milhões de reais.
E, mais recentemente, após o retorno do prefeito afastado Berg Lima, também a coleta do lixo da cidade de Bayeux, após o prefeito se alinhar com o governo do Estado. Pelo que se apurou, Berg, antes mesmo de tomar posse, já teria fechado o acordo com a empresa. Já existem denúncias da oposição quanto aos termos da contratação e os valores pagos à empresa. O caso está a caminho do Ministério Público.
Há ainda a suspeita que políticos de Sousa, além de Livânia, também seriam sócios ocultos da empresa.



Da redação com Helder Moura



Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.