Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

FUNCIONÁRIOS DO ESTADO REVELAM PRESSÕES PARA DEIXAR GRUPO DE MARCELO BANDEIRA, PORÉM SEGUEM FIRMES

Os funcionários do Governo do Estado ligados ao Vereador Marcelo Bandeira veem sofrendo pressões do cacique/chefe/comandante dos Girassóis em Guarabira, por mais que CA só tenha empregado a família dos Meireles ao longo dos anos, as indicações das demais lideranças políticas da cidade tem sido contempladas apenas com migalhas.

Não é segredo para ninguém que os Girassóis Nutella estão em pé de Guerra com os Girassóis Raíz e que essa briga ainda ira longe. Veja um relato de uma servidora efetiva do estado:

"Boa noite!
Sou funcionária efetiva do Estado desde 98. Acompanho o grupo Girassol desde as administrações de Ricardo Coutinho em João Pessoa. E aqui em Guarabira dou minha contribuição ao grupo por entender ser a melhor opção. Porém venho através dessa repudiar a forma como Célio Alves e sua tropa de choque vem agindo. Tenho muitos amigos e amigas que seguem o vereador Marcelo Bandeira e vêem sendo pressionados, perseguidos, humilhados e psicologicamente abalados pelo fato do vereador expor o que toda Guarabira sabe. Agora eu pergunto; esses funcionários não votaram nos girassol?
Perseguir o vereador por falar a verdade? Vão corrigir os erros. Desde a eleição que não se faz uma reunião. Deve sim um encontro para “tirar foto”, mas discursão não houve. Onde foi decidido que o grupo não pode arregimentar outras forças? Na cozinha dos Meireles? Estou no aguardo do posicionamento do Governo com relação a essa celeuma de Guarabira. Agora digo uma coisa; do jeito que Célio e “sua diretora” estão agindo a gangorra agradece."

Porque há tanto medo de Célio Alves em abrir espaço para Marcelo Bandeira? Será que é porque Célio não conseguiu se eleger e teve uma votação pífia e Marcelo, mesmo com as migalhas oferecidas pelo Estado conseguiu fazer o federal Bruno Deriu majoritário no Pirpiri? Será que Célio já entendeu que Marcelo é mais liderança que ele? Fica a pergunta no ar.





Da redação  marcos Andrade 






Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.