Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

Médica é interditada e hospital Regional de Guarabira fica sem obstetra

A médica obstetra do Hospital Regional da cidade de Guarabira, no Brejo da Paraíba, foi interditada pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB). A unidade não terá médico dessa especialidade neste domingo (28) por causa da falta de uma escala médica completa para atender à demanda. Segundo o CRM-PB, apenas um profissional especialista não tem condições de atender os casos que podem surgir no plantão.
“Por vários dias fomos informados da escala limitada de médicos na área de obstetrícia. Não é seguro. Seria necessário pelo menos dois médicos no plantão. Como o hospital não conseguiu mais um médico para dividir com a obstetra os atendimentos no plantão do domingo, optamos por interditar eticamente a médica que estava escalada”, disse o presidente do CRM-PB, Roberto Magliano de Morais.
O diretor do Departamento de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa, explicou, que, se mais um médico for escalado, será providenciada a imediata desinterdição ética da médica.

O que diz a secretaria

A Secretaria de Saúde do Estado informou ao Portal Correio que o hospital ainda não foi oficialmente notificado sobre a interdição. Só depois disso que poderá tomar alguma providência para resolver o problema.

A interdição ética impede, exclusivamente, o médico de atender na unidade hospitalar. A medida tem o objetivo de preservar o atendimento médico à população e também a segurança do ato médico.

Da redação com Portal Correio 











Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.