Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

Dicas ajudam a evitar infecção alimentar no período junino

A Agência Estadual de Vigilância Sanitária da Paraíba (Agevisa-PB) emitiu um alerta sobre cuidados que devem ser tomados ao se consumir alimentos, especialmente aqueles comercializados em restaurantes, bares, lanchonetes e outros estabelecimentos durante o período junino.
“São inúmeras as doenças causadas pela ingestão de alimentos ou água contaminados, e os sintomas mais comuns que indicam a incidência de tais problemas são falta de apetite, náuseas, vômitos, diarreia, dores abdominais e febre, e isto exige que todos os órgãos públicos de promoção e proteção da saúde humana, como é o caso da Agevisa, se esforcem para fazer ver ao maior número possível de pessoas que a preservação da nossa saúde também depende de cada um de nós”, disse a diretora-geral da Agevisa-PB, Maria Eunice Kehrle dos Guimarães,
Conforme dados do Ministério da Saúde, as possibilidades de contrair problemas de saúde ocasionados pelo consumo inadequado de comidas estão sempre presentes, porque existem mais de 250 tipos de doenças transmitidas por alimentos (DTA).
A maioria dessas doenças se manifesta em forma de infecções causadas por bactérias e suas toxinas, vírus e parasitas. Outras são intoxicações provocadas por toxinas naturais, como por exemplo, cogumelos venenosos, toxinas de algas e peixes ou por produtos químicos prejudiciais que contaminaram o alimento, como chumbo e agrotóxicos.
Veja abaixo cuidados listados pela Agevisa-PB para que a população evite infecções alimentares com refeições fora de casa:
  • Lavar as mãos regularmente antes, durante e após a preparação dos alimentos, ao manusear objetos sujos, depois de tocar em animais e de ir ao banheiro ou após a troca de fraldas e antes da amamentação;
  • Evitar alimentos comercializados em estabelecimentos não inspecionados;
  • Selecionar alimentos frescos com boa aparência e, antes do consumo, lavá-los e desinfetá-los;
  • Lavar e desinfetar todas as superfícies, utensílios e equipamentos usados na preparação de alimentos;
  • Assegurar-se de que os alimentos cozidos estejam mantidos sob a temperatura adequada antes do consumo (refrigerados ou aquecidos);
  • Não comer alimentos que tenham estado em temperatura ambiente por mais de quatro horas;
  • Reaquecer bem os alimentos que tenham sido congelados ou refrigerados antes de consumi-los;
  • Comprar alimentos seguros, verificando prazo de validade, acondicionamento e suas condições físicas (aparência, consistência, odor);
  • Evitar alimentos sem etiqueta que identifique o produtor;
  • Consumir leite pasteurizado, esterilizado (UHT) ou fervido, e não beber leite nem seus derivados crus;
  • Evitar o consumo de sorvetes de procedência duvidosa;
  • Evitar o consumo de alimentos crus, mal cozidos ou mal assados (saladas, carnes, dentre outros);
  • Evitar preparações culinárias que contenham ovos crus, como gemada, ovo frito mole ou maionese caseira;
  • Evitar o contato entre alimentos crus e alimentos cozidos para impedir contaminação cruzada;
  • Manter os alimentos fora do alcance de insetos, roedores e outros animais;
  • Beber água e/ou gelo apenas de procedência conhecida.


Com Portal Correio 

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.