Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

Paraibano de Cuité assume um dos cargos mais importantes no Ministério da Saúde

O ex-secretário de saúde do município de Cuité, Gentil Venâncio Palmeira, foi nomeado para exercer um dos cargos mais importantes no Ministério da Saúde em Brasília. A nomeação publicada nesta semana foi para o cargo de Diretor do departamento de atenção hospitalar e urgência do Ministério da Saúde.

Pela primeira vez na história, o município de Cuité tem a honra de ver um filho natural da terra ser nomeado para um cargo de tamanha importância em um Governo Federal.

Ao longo de sua carreira de sucesso e destacada por sua competência como especialista em Sistemas e Serviços do SUS, Gentil Venâncio, acumulou cargos importantes na área da Saúde, não só em Cuité como Secretário de Saúde, mas no Estado da Paraíba onde exerceu a função Gerente Regional de Saúde.

Ele também foi chefe do núcleo Estadual do Ministério da Saúde na Paraíba e recentemente exerceu o cargo de direção na Saúde da capital João Pessoa.

De acordo com o novo diretor do DAHU, a prioridade é fortalecer as ações de atenção hospitalar  em todo o País em parceria com os secretários estaduais e municipais de saúde, tornando-as mais eficientes e próxima dos usurários  do SUS. E certamente priorizar o atendimento às demandas dos municípios paraibanos nessa área tão importante.

Por fim, Gentil Venâncio disse que o cargo que assume será de fundamental importância na atenção aos municípios e à saúde de todo estado. “Espero realizar um bom trabalho e contribuir com muito empenho para melhorias na Rede de Urgência e Emergência na saúde do nosso estado e de todos país, priorizando a Rede Hospitalar, as UPAs 24h, o SAMU 192 dentre outros”, finalizou.

Compete ao Departamento de Atenção Hospitalar e de Urgência – DAHU - Elaborar, coordenar e avaliar a política de atenção hospitalar do SUS, criar instrumentos técnicos e legais para subsidiar o desenvolvimento, a implantação e a gestão de redes assistenciais temáticas vinculadas ao Departamento; regular e coordenar as atividades do Sistema Nacional de Transplantes de Órgãos; elaborar, coordenar e avaliar a política de urgência e emergência do SUS e a rede de urgência e emergência;  elaborar, coordenar e avaliar a política de sangue e hemoderivados; coordenar e acompanhar as ações e os serviços de saúde das unidades hospitalares do SUS; prestar cooperação técnica a Estados, a Municípios e ao Distrito Federal na organização de ações de atenção hospitalar e de urgência em saúde; e definir ações para a atuação da Força Nacional do SUS.



Assessoria

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.