Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

De Cuitegi para o Rio de Janeiro: o voo do padre Elias Sales

A vida de um padre é sobretudo missionária e, via de regra, a missão exige desprendimento total. Cumprindo esta máxima, padre Elias Sales vai voar e esse voo o levará de Cuitegi para o Rio de Janeiro. No universo carioca, ele mergulhará num mestrado oferecido pelo Pontifício Instituto Superior de Direito Canônico e, ao mesmo tempo, exercerá a função de vigário paroquial na Arquidiocese do Rio de Janeiro.
Até o dia 04 de março ele ainda responderá pela Paróquia de Cuitegi já que no dia 13 de março as aulas começam no Rio.
Na bagagem, o padre Elias levará as suas próprias expectativas, mas sobretudo, a abertura de uma nova consciência clerical: “a formação de um sacerdote é contínua, e, por hipótese alguma, deve ser encerrada na ordenação”.
No mundo atual, de muitas possibilidades, a Diocese não pode apenas ter quantidade, mas, sobretudo, qualidade. Um clero renovado por um novo ardor missionário, ungido e também “preparado” é uma necessidade.
No campo da missionariedade cristã, por dever de consciência, não podemos esquecer a experiência de Grajaú (Maranhão). Os padres Jandeilson, Magaywer e Leir, ao deixarem a zona de conforto e lançarem as redes em águas mais profundas, inauguraram uma importante possibilidade eclesial para a Diocese de Guarabira. Hoje, o envio de sacerdotes para outros rincões, ainda não é bem digerido por alguns, mas num futuro brevíssimo tende a se tornar uma condição sine qua non*. Além disso, na inevitável lei da vida, retificada por São Francisco, “é dando que se recebe”. Quem tanto se serviu de padres de outras terras em tempos idos, deve igualmente enviar os seus para servir lá fora.
Por fim, lembremos que esta ponte aérea do padre Elias obriga dom Aldemiro Sena a assinar as primeiras transferências de sua administração.
*Sine qua non é uma expressão que originou-se do termo legal em latim que pode ser traduzido como “sem a/o qual não pode ser”. Refere-se a uma ação cuja condição ou ingrediente é indispensável e essencial.

Rafael San

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.