Marcos Andrade

Últimas Notícias
recent

Homem é morto e carregado em carrinho de supermercado

Após quase uma semana de investigações, a Polícia Civil em Santos, no litoral de São Paulo, desvendou o mistério sobre o corpo do homem que foi encontrado amarrado dentro de um carrinho de supermercado na última quarta-feira (15). Segundo a polícia, Carlos José Conceição, de 49 anos, matou com golpes de faca Renan Pereira Totaru, de 47 anos, após uma discussão. O autor do crime foi localizado nesta terça-feira (21) e confessou ter matado o rapaz.
 O corpo de Renan foi encontrado por moradores da Rua Antônio Maia, no bairro Estuário, com vários ferimentos. Eles acionaram a Polícia Militar depois de notarem que, em meio a dezenas de objetos deixados com o carrinho, uma perna ferida aparecia próximo à grade do veículo. A área precisou ser isolada para evitar a aproximação de curiosos.
 Os policiais militares chegaram, confirmaram que ali estava um homem morto há algum tempo, e acionaram a Polícia Civil. Peritos e investigadores verificaram que a vítima estava amarrada com um fio de cobre e possuía, por todo o corpo, perfurações feitas a partir de um objeto cortante que não foi encontrado no local do crime.
 O corpo havia sido escondido em meio a pedaços de papelão, garrafas de plástico, um cobertor colorido e até uma pequena árvore de natal. Nenhum morador da rua ouvido pela polícia soube dizer como o carrinho foi deixado ali e quem foi o responsável por levá-lo até o local.
 Após as investigações, a polícia chegou a Carlos, que confessou ter matado Renan e alegou que tomou a decisão de atacá-lo após uma 'discussão'. O homem disse ter golpeado a vítima com uma faca diversas vezes. A Polícia Civil ainda apurou que o autor, querendo se livrar das evidências do crime, utilizou um carrinho de supermercado para transportar o corpo. Carlos foi preso e encaminhado à Cadeia Pública de Santos.
Redação com informações do G1 e Eduardo Figueiredo

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.